Pela primeira vez desde que o escândalo de corrupção na Fifa passou a ter desdobramentos um patrocinador da entidade se pronunciou de forma contundente. Em comunicado oficial, a Coca-Cola exigiu a saída de Joseph Blatter do cargo de presidente da entidade máxima do futebol.

“Para o bem do jogo, a Companhia Coca-Cola está pedindo ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, que se demita imediatamente para que o processo de reforma possa começar com credibilidade o mais rápido possível”, escreveu a empresa.

Créditos: UOL