Após o pronunciamento do presidente Michel Temer, determinando a utilização das Forças Armadas para desbloquear as rodovias de todo o país, o Governo do Paraná se posicionou de forma contrária e afirmou que no Estado ‘será utilizado o diálogo ao invés da força’.

Em nota, o Governo do Paraná reforçou “que tem mantido o diálogo e as negociações com os líderes do movimento dos caminhoneiros desde o início das manifestações”.

Ainda segundo o Governo do Estado, na noite desta quinta-feira (24), a Defesa Civil do Estado “conseguiu um importante acordo em relação ao trânsito de cargas prioritárias como insumos hospitalares, ração animal, alimentos para hospitais, combustíveis para ambulâncias, policiamento e transporte público, cargas vivas e também para medicamentos e oxigênio para hospitais”.

Ao final, o Governo afirma que “neste momento de crise a calma, o bom senso e, principalmente, o bem-estar da população devem estar acima dos interesses de setores, que apesar das reivindicações justas, tem o dever de preservar os interesses da maioria da população”.

Créditos: Massa News