Sucesso nos anos 70 e 80, Duduca & Dalvan participaram do movimento de modernização do sertanejo. Mais do que isso, a dupla é dona de diversos sucessos, de versos atemporais, como os presentes no clássico Massa falida: “Não aborte os seus ideais / Se aderirmos aos jogos políticos, seremos síndicos da massa falida!”. “Surgimos na época do LP. Tem noção do que é isso? Temos história para dar e vender”, brinca Dalvan.

Realmente, história é o que não falta, afinal, até hoje a dupla é considerada uma das mais icônicas do mercado. E, embora a trajetória do duo tenha sido interrompida em 1986 com a morte de Duduca, Dalvan comenta que o tempo que passou em carreira solo também foi um grande aprendizado. “Agradeço todos os dias por nunca ter parado de cantar. É o que eu amo fazer. Mas foi uma decisão sábia voltarmos com a dupla – com outro cantor no lugar do Duduca”, relembra.

A parceria entre Dalvan e Ivan de Almeida Ferreira, sobrinho do Duduca original, foi firmada em 2005. Desde então, a dupla lançou diversos projetos e, claro, botou o pé na estrada. “O Ivan tem uma voz incrível. A combinação com meu timbre vocal, musicalmente falando, é bem interessante. Nos shows, além de relembrar os sucessos de três décadas atrás, mostramos faixas atuais, como as presentes em nosso novo disco”, comenta Dalvan, fazendo referência ao álbum de inéditas lançado em agosto pela dupla.

Homônimo, o projeto reúne 16 canções inéditas e até algumas regravações, como Camisa branca, do Duo Glacial; A noite do nosso amor, da dupla Roberto e Meirinho, e Porto solidão, de Jessé. “Também fizemos uma parceria com a Ângela Maria em A partida, faixa que escolhemos para ser o primeiro single do disco. Gravamos a música há uns dois meses. Foi incrível, porque eu sempre quis cantar com ela”, explica Dalvan, destacando ainda a romântica Pra te fazer feliz e a dançante Eu tenho o que ela gosta , ambas inéditas.

Este mês, Duduca & Dalvan saíram em turnê para a divulgação do disco, que passou pelas principais cidades do país. “Estamos muito animados com esse trabalho e esperamos que o público possa cantar com a gente os velhos e novos sucessos da dupla”, finaliza Dalvan.

Créditos: Portal SUCESSO