Aulas seguem suspensas no Centro Universitário Integrado

Não há prazo para o retorno das atividades. Acadêmicos devem ficar atentos a novos comunicados

Atento ao que vem acontecendo com relação à paralisação dos caminhoneiros pelo Brasil, em greve há mais de uma semana, o Centro Universitário Integrado, de Campo Mourão, segue sem aula nos próximos dias. A reitoria garante que haverá reposição do conteúdo e o calendário acadêmico será readequado. A decisão é a mesma adotada por muitas faculdades no Paraná e no Brasil diante da situação que o País enfrenta.

A reitoria do Centro Universitário Integrado segue acompanhando a movimentação em torno à paralisação dos caminhoneiros. Caso haja novidade, a direção da Instituição irá reavaliar a decisão e os acadêmicos devem ficar atentos a novos comunicados.

As atividades administrativas continuam funcionando normalmente em todas as unidades do Integrado. Qualquer dúvida e mais detalhes, o estudante pode obter pelos telefones (44) 3518 2500 ou 0800 646 1982.

A decisão de continuar com as aulas suspensas foi tomada diante à crise de abastecimento devido à paralisação dos caminhoneiros em todo o país, que vem causando problemas de mobilidade em todo Brasil, dificultando o acesso dos estudantes às salas de aula.

O Centro Universitário Integrado conta com a compreensão de todos.


Na tarde desta sexta-feira, a reitoria do Centro Universitário Integrado tomou a decisão de suspender as aulas para a noite de hoje (25) e também para o sábado (26), nas unidades Câmpus e Centro. Na próxima segunda-feira (28), a direção volta a se reunir para definir como ficará a situação nos próximos dias. A decisão de suspensão foi tomada diante da crise de abastecimento devido à paralisação dos caminhoneiros em todo o país, que vem trazendo problemas no acesso dos estudantes às salas de aula.

A Pós-Graduação do Centro Universitário Integrado também não terá aula neste fim de semana. Em breve, os alunos serão comunicados com relação à programação dos módulos.

Várias faculdades do Paraná e do Brasil também tomaram a mesma decisão. A Reitoria do Centro Universitário Integrado conta com a compreensão de todos e espera que, em breve, tudo esteja resolvido, podendo retornar as aulas. A Instituição lembra que a decisão é momentânea e poderá ser alterada na segunda-feira (28), de acordo com a situação real da greve dos caminhoneiros.