Maltratado por ter nascido com uma deformidade facial, o labrador Beaux Tox ganhou uma nova chance e um novo lar após ser adotado pela norte-americana Jamie Hulit, que vive em Austin, no Texas (Estados Unidos). Além da nova família, ele também conquistou fãs no Instagram – sua conta acumula 15 mil seguidores.

A deformidade de Beaux Tox, de seis anos, foi causada por conta do pouco espaço para seu desenvolvimento durante a gestação – ele dividiu o local com outros seis cachorrinhos, criados para serem vendidos – mas não afetou a inteligência nem a personalidade dele.

Apesar disso, aparência impossibilitou que ele conseguisse uma família nos primeiros meses de vida e ele acabou sendo doado. O novo dono, no entanto, decidiu manter o filhote no quintal – sem comida ou abrigo – simplesmente pelo fato dos gatos de estimação não tinham se dado bem com ele.

Devido aos maus-tratos que duraram cinco anos, Beaux Tox emagreceu, ficou doente e foi sido levado para vários abrigos diferentes, mas sempre acabava voltando para o quintal do dono.

Jamie, que trabalha com organizações de resgate animal, conheceu o caso do labrador após ver uma foto dele no Facebook e decidiu dar condições decentes para ele. “Eu queria que ele tivesse estabilidade e um lugar que ele soubesse que era sua casa”, explicou Jamie em entrevista ao site The Dodo. “Foi por isso que eu o adotei diretamente com o dono. Ele já tinha se recuperado e eu só queria que ele fosse um cachorro”.

Devido às complicações de saúde causadas pela negligência, Beaux Tox perdeu a audição do ouvido esquerdo e tem problemas para enxergar com o olho direito, mas hoje vive feliz com a dona e uma irmã mais velha: Riley, uma golden retriever de 13 anos.

“Riley e Beaux absolutamente se amam. Eles são perfeitos um para o outro, mesmo com a diferença de idade e Beaux agindo com um filhote – isso ajuda Riley a permanecer jovem”, conta Jamie. “Ele é tão cheio de vida e trouxe muito disso para nós”.

Dois cachorros sentados em um jardim