Em 1930, a Coca-Cola era a bebida não alcoólica mais popular da Alemanha. Nos primeiros anos do regime nazista, foram construídas cerca de 50 fábricas do refrigerante. O país vendia cerca de 5 milhões de caixas por ano.

Quando a Segunda Guerra Mundial eclodiu, em 1939, acabou a festa. Com a guerra no Atlântico, e o o xarope usado na produção da Coca-Cola, importado dos EUA, se tornou uma raridade. Com a entrada dos EUA na guerra, em 1941, nada mais de Coca: os laços comerciais entre os dois países foram rompidos.

Incapazes de produzir a bebida, os alemães precisavam de algo que pudesse refrescar suas gargantas. Max Keith, chefe de operações da filial alemã, precisava encontrar uma solução. Keith utilizou os ingredientes existentes na Alemanha para criar uma alternativa. Misturou soro de leite e fibras de maçã — dois “restos dos restos” da indústria alimentícia, segundo ele mesmo lembrou — com açúcar e água carbonada. Só faltava o nome.

Foi uma escolha rápida. A reunião para decidirem como chamariam o produto começou por Keith falando a todos usarem de sua imaginação (“fantástico” em alemão “Phantastischen”). E ouviu, gritado, do vendedor Joe Knipp: “Fanta!”.

A bebida virou uma febre no país – chegando a ser utilizada inclusive em receitas de doces e bolos.

Em 2015, para comemorar os 75 anos da bebida,a companhia lançou uma edição especial com o design inicial da Fanta Reprodução

Keith apresentou a bebida para a filial na Holanda ocupada, que assim como a da Alemanha, estava impossibilitada de prosseguir com a produção de Coca-Cola. Diferentemente do refrigerante alemão baseado em maçã, a Fanta holandesa possuía o sabugueiro, um fruto europeu, como a base do sabor do refrigerante.

Após o fim da guerra, a produção da Coca-Cola foi restabelecida na Alemanha e na Holanda. A Fanta foi aposentada, mas não esquecida. Por vontade do público, a bebida voltaria às prateleiras em 1955, quando a Coca-Cola quis competir com o lançamento de vários refrigerantes sabor fruta da Pepsi. Só então, numa fábrica italiana, surgiu a Fanta sabor laranja, a que hoje é sinônimo de simplesmente Fanta.

Hoje, a bebida é vendida em mais de 100 países com mais de 90 sabores.